História do Voyage

O Voyage foi projetado e fabricado pela Volkswagen do Brasil, assim como o Gol, a Parati e a Saveiro, (família BX) é claro quea VW não começou do zero, logo existe uma grandesemelhança entre o Voyage e outros carros da marca fabricados na Europa na década de 70, principalmente com Jetta MkI, e a parte mecânica idêntica ao Passat Brasileiro.

O Voyage foi lançado no final de 1981 com motor refrigerado a água de 1,5 litros e 4 marchas e podia ser a gasolina ou álcool, as versões de acabamento se chamavam “S” = super “LS”= luxo super e “GLS” = gran luxo super. Embora tenha saído na mídia impressa na época que existiria uma versão com motor boxer (do Gol/ Fusca) na prática nunca foi comercializada. Em 82 foi eleito o carro do ano e começou a ser exportado (e fabricado também na Argentina) para países da América do Sul com o nome de Gacel, Amazon e futuramente Senda na versão Argentina 1,9 litros a diesel.

Em 83 o Voyage álcool passou a utilizar o motor MD 270 de 1,6 litros (o mesmo do Passat TS) identificados com um “1.6” na grade do radiador, até então o motor VW brasileiro mais potente (81cv). Ainda em 83 foi lançada a primeira série especial,o Voyage Plus (faróis de neblina, calotas, parachoque na cor do carro) e também o Voyage Sedan (4 portas), na época com baixíssima aceitação, os brasileiros não gostavam de carros 4 portas (o inverso de hoje onde a maioria prefere àcomodidade ao design esportivo de um cupê).

Em 84 todos os modelos passaram a ser 1,6 litros, inclusive a série especial “Los Angeles” (comemorativa as Olimpíadas) que se diferenciava dos demais pelos acessórios (inclusive um pequeno aerofólio) e a cor exclusiva, um azul metálico(apelidado de “azul tampa de panela”) já ouvi dizer que a VW fabricou menos carros desta série do que o planejado devido a cor ser muito chamativa para a época. Em 85 e 86 o câmbio de 5 marchas era opcional e em 87 passou a ser de série. Ainda em 86 foi lançado o Voyage GLS Super, com Motor 1,8 litros e bancos Recaro.

Em 85 o Gol, até então equipado com motor 1,6 litros refrigerado a ar passou por uma mudança, ficando com a frente e o motor iguais aos do Voyage, o consagrando como sucesso de vendas da VW até hoje. Em 86 o Voyage passou a utilizar o motor AP (alta performance) e em 87 mudou externamente, ganhou novos faróis, grade e parachoques envolventes. Ainda em 87 começaram a ser exportados para os EUA e o Canadá, com o nome FOX e mais de 2.000 modificações, incluindo injeção eletrônica (Bosch – KE Jetronic). Em 88 novas portas e retrovisores, painel de instrumentos ee acabamento interno  iguais ao do Fox (na minha opinião o modelo 88 é o mais bonito de todos principalmente na versão Super) Nesta época as versões eram: “CL” = comfort luxo (AP 1.6 ou 1.8), “GL” = gran luxo (AP 1.8),ou “GLS – SUPER” (AP 1.8S).

 Em 91 uma nova mudança nos faróis e grade, e o motor 1.6 passou a ser o AE 1.6 (os conhecidos CHT Ford) era época da Autolatina e também a venda do 700.000º Voyage. Em 93 foi lançado o mais completo e mais potente Voyage, substituindo o Super, o Voyage Sport 1.8 S, que ficou em linha até 94, o Voyage 4 portas era fabricado na Argentina com motor 1.8, ainda em 93 com o fim da Autolatina voltaram os motores AP 1.6. No final de 94 deixou de ser fabricado no Brasil. No final de 95 o Voyage saiu de linha e era fabricado em duas versões, a GL 1.8 e a Special (apenas 4 portas) e em 96 foi substituido pelo Polo Classic, fabricado na Argentina com motor transversal 1.8 injeção eletrônica, maior porta-malas e design mundial Volkswagen.

Porém o Polo não repetiu o sucesso do Voyage, após alguns anos sem um substituto, a Volkswagen resolveu relançar o Voyage em 2008 junto com a nova geração do Gol. 

 Qualquer correção, dúvida ou comentário mande um e-mail

Esse post foi publicado em História do Voyage. Bookmark o link permanente.

17 respostas para História do Voyage

  1. Ricardo disse:

    Em 83 só foi lançado o MD-270 1.6 a álcool??? Não teve versão a gasolina do MD-270???

  2. Gustavo disse:

    O voyage de 1988 é o mesmo modelo do voyage sport de 1993, por isso está errado dizer q o 93 foi o mais completo e potente!!

    Vc também nao me pareceu conhecer nada sobre estes modelos, nem falou do GTS, GTI, etc….

    Mas mesmo assim, meus parabéns pelo site!!! Muito bom!!!

  3. admin disse:

    Obrigado pelos elogios ao site!!! Mas……..
    Em algum lugar do blog está escrito que eu sei tudo sobre Voyage?????
    Sou apenas fã destes carros….
    Mas só para vc saber. Nunca existiu Voyage GTS ou GTi!!!!!!!!!!!!

  4. leandro disse:

    parabens pelo site!! tbm sou fã e admirador do voyage tanto q tenhu 2 gl 4 portas um verde 92 e um prata 95!! bom mas queria deixar uma sugestao!

    criar uma galeria d fotos d todos os modelos d voyage fabricados e tbm deixar um espaço pra galera publicar fotos dos seus bólidos!! tah aii minha sugestão e espero seja aceita!!

    valeuu!!

  5. Tatiana disse:

    No texto vc diz q a primeira série do Voyage Plus foi em 83, sabe dizer qdo teve a segunda?

    Obrigada!

  6. admin disse:

    Não tenho certez se foi 85 ou 86.

  7. Thiago Luis disse:

    Prezado… Quer dizer então que o Voyage Ano/Modelo: 92/92, respectivamente, não tem o motor AP original da VW? Ou os motores AP são exclusivamente da Ford? Não sei muito sobre a época da Autolatina. Aguardo respostas. Abçs!

  8. admin disse:

    Na época da Autolatina (joint venture da VW com a Ford) era utilizado o motor CHT (de origem Ford) nos carros com motor 1.6 e o motor AP (de origem VW) nos carros com motor 1.8 renomeados como AE600 e AP800.

  9. Alison disse:

    Olá Amigo! Tenho Uma Questão Mais Tecnica. Possuo Um Voyage Gl 1988 e Necessito Por Questão de Originalidade os Farois. São Lampadas Neste Ano Bi-Iodo H4 ou Assimetricas Comuns Que Equipam Nesta Epoca o Veiculo? Grato Pela Atenção.

  10. Fernando disse:

    Em 83, ano do lancamento do 4 portas, houve uma serie especial chamada VOYAGE PADDOCK, 1.6 a alcool, 4 portas, ar condicionado, vidros verdes, toca fitas Rio de Janeiro bosch, bancos Recaro cinza, para-choques, grade e espelhos na cor do carro, rodas de liga leve e farol de neblina. a coe era azul metalico diferente deste Los Angeles, mais claro. O adesivo Paddock ficava na coluna traseira. Cada revendedor recebeu apenas um destes carros. Não encontrei referencia deste carro na internet. Eu tive um destes carros, comprado zero na Marcas Famosas e ate a capa do manual era personalizada com a marca paddock.

  11. Fernando disse:

    Existiu uma serie especial chamada Voyage Paddock, 4 portas, comeco de 1983, GLS.

  12. asley disse:

    Parabens amigo pelo seu trabalho eu leio muito as suas ideias eu tenho um voyage 81 modelo 82 identico ao seu motor 1.5 4 marcha a frente igual a sua volante 4 bola, bancos do gol 97 com encosto trazeiro e lanterma fume do voyage 93 em diante.

  13. Ed Primo disse:

    Olá, tudo bem?
    Parabéns pelo blog.
    Acredito que nas décadas de 80 e 90 os carros da volks eram realmente os melhores, sem dúvidas.
    Tenho um voyage 91- 1.8 que não vendo, não dou e não empresto.
    No meu blog é possível ver algumas fotos dele adesivado.
    Abraço e sorte na vouyage!

  14. Primeiramente, parabens pela sua iniciativa! infelizmente vivemos num mundo que só o ”novo” que é bom. mas nós sabemos que não é bem assim… os carros da vw são bem mais confiavéis do que os da atualidade.
    Eu sou um amante da Volkswagen, não só pela durabilidade pela revenda, e também pela extensa gama de peças de reposição. eu tenho, ou melhor a minha esposa tem um Voyage 92 e eu tenho um Gol GTI 2000 16v ano 99. são carros que eu tenho em meu coração e com certeza eu irei comprar outro carro novo, mas não vendei-os pois para min são carros que já fazem parte de nossas vidas.
    eu sempre estaei em contato.

  15. Jr. disse:

    Boa noite.
    Tenho três ressalvas a fazer: o voyage 85 (pelo menos o de motor MD), não tem o câmbio de 5 marchas como opcional. Digo isso porque tenho um na família que será meu, e no manual não consta isso. Outra coisa: o Gol passou a ter motor MD já em agosto/84. Pra finalizar, o motor AP passou a fazer parte da linha BX já em meados de 85. Gostaria que me passasse seu e-mail, pois quando o voyage ser meu, pretendo scanear o manual e mandar para que você disponibilize ao pessoal. Abraços.

  16. Ci disse:

    Tenho um Voyage GL Preto Ano 88 modelo 89 e
    gostaria de ter uma idéia do valor.
    Obrigada,
    Ci

  17. karla disse:

    Olá, tenho um voyage 2009/2009 e estou tendo um sério problema com ele: desde que o adquiri, em fevereiro/2009, ocorreram 04 trincas no parabrisa dianteiro em um período de 03 meses, sendo que a primeira ocorreu no dia seguinte a chegada do carro e a ultima quase dois anos após o carro ter ido para fábrica para troca do parabrisa. Em pesquisa na internet, li diversos relatos de ocorrencia semelhante com o mesmo modelo do automóvel. Gostaria de saber se vc sabe de alguma coisa sobre esse assunto e a solução para isto. Ouvi dizer que foi um problema de fabricação do primeiro lote do carro, cerca de 300 apresentaram o mesmo problemas, (estalo da madrugada) e que a solução encontrada pela fábrica foi adaptar uma barra anti torção abaixo do painel do carro, isso teria sido feito nos lotes seguintes. qual a sua opinião? obrigada.
    Karla

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s