“Na prática a teoria é outra”

Após a revisão elétrica do Jeep, tudo estava funcionando até……….. Um dos faróis não acender a luz baixa, medi novamente com o multímetro e tudo ok no chicote elétrico, conectava o farol e nada de acender, o estranho é que a tensão caia para zero, como se estivesse em curto (mas não está!!!!). Liguei o farol direto na bateria e acendia o baixo e o alto, até troquei o farol por um reserva que o Rômulo me deu, e o problema continuava (o farol do jeep é sealed bean, não se troca a lâmpada, ele é a lâmpada). Então, antes de desistir e levar o CJ5 a um profissional, pedi ajuda aos “universitários” (outros amigos que tem, ou tiveram jeep). Conclusão: Me indicaram um relé para ser instalado entre o chicote original e o chicote dos faróis. image

Confesso, que não vejo nenhum sentido nisso, os faróis são originais e a chave de seta também, esse tipo de relé normalmente é usado para cegar os outros motoristas aumentar a potência com lâmpadas de 100w. Mas como o relé é barato, resolvi tentar….

image

Em teoria, esse relé é inútil, as tensões medidas no chicote do farol, bateria e no relé são praticamente as mesmas.

image

Mas sem ele o farol baixo esquerdo não acende!!!!

image

Porque? “Não sei, só sei que foi assim”. Como diria Chicó no Alto da Compadecida.

Esse post foi publicado em #Página Principal, Curiosidades, Geral, Manutenção, Meu Jeep militar CJ5 B12, Sem categoria e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s