Como eu adaptei os bancos do Celta no Fusca

Obviamente os bancos originais do Fusca não são um exemplo de ergonomia, mas como são originais, tudo bem! Mas depois de andar 3 dias seguidos com ele, comecei a pensar uma maneira de melhorar isso. Primeiro conversei com a dona do Herbie para saber sua opinião, e não é que a D. Ivani disse que gostaria que o banco fosse uns 5 cm mais alto!!! pronto!!!! Arrumei um motivo para passar a Serra Sabre em tudo!!!

Lembrei do Fusca de um colega que tinha os bancos do Corsa B adaptados, vi alguns videos no youtube mas nenhum mostrando os detalhes, por isso escrevi este post.

Para quem não sabe a plataforma do Celta é a mesma do Corsa B, portanto apostei que o tamanho dos bancos seriam os mesmos. Então eu e a Fabi fomos aos ferro-velhos garimpar bancos, antes conversei com um tapeceiro para ter idéia de preços da reforma das capas, adaptação, etc. Como procurávamos bancos de carros 2 portas, este conjunto abaixo do Celta foram os melhores que conseguimos encontrar por um preço um pouca acima do que seria justo, na minha opinião, mas….. O importante é que toda estrutura e as espumas estão boas, as capas não eram tão importantes.

Antes de lavar tudo!!!!

Para não ficar sofrendo para soldar dentro do Fusca, nem correr o risco de travar a minha coluna, usei os assoalhos novos que ainda não troquei do meu Fusca 72 (que é igual ao do 75) como modelo dos encaixes.

Após algumas medições e várias idéias para um suporte de adaptação (um dos meus requisitos era não furar o assoalho do carro).

Acabei decidindo usar a base original dos bancos do Fusca, porém resolvendo o problema das folgas travando a regulagem desta “base fusca” e fazendo o ajuste de distancia nos “trilhos do celta”.

Observe que os suportes dos bancos do Celta tem “quase a mesma medida” dos suportes do Assoalho o que facilita muito esta adaptação.

1º Passo: Cortar os bancos originais para ter a base. Eu cortei sem dó, pois estes bancos não são originais, já haviam mexido e soldado em vários lugares e adaptado um “encosto alto”. As capas também estavam ruins e não eram o tecido original.

2º passo – Soldar a base do banco “velho”nos suportes do banco “novo”. usei uma chapa de aço para juntar tudo, assim as diferenças de medida ficam irrelevantes. E adivinhe quantos centímetros mais alto  o banco ficou…..exatamente 5 cm, como minha Mãe havia sugerido!!!

3º passo – Fazer um suporte para travar a base ao assoalho do Fusca eliminando as folgas.

E finalmente pronto e com novas capas.

Como o banco ficou mais alto, troquei o volante “Bumerangue” original por um de reposição de menor diâmetro. Os cintos de segurança também passaram a usar o encaixe de modelos atuais, mas os puristas podem ficar tranquilos, todas as peças que ainda eram originais deste Fusca estão guardadas, caso no futuro a D. Ivani resolva virar colecionadora.

Esse post foi publicado em #Página Principal, Fusca 1300 1975, Geral, Sem categoria, Upgrade no Fusca e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s